Cadastro Positivo agora é obrigatório e beneficia quem paga contas em dia

Cadastro Positivo agora é obrigatório e beneficia quem paga contas em dia

Cadastro Positivo agora é obrigatório e SPC beneficia quem paga contas em dia

Cadastro Positivo agora é obrigatório e SPC beneficia quem paga contas em dia

Começou, no dia 11 de novembro de 2019, a implementação do Cadastro Positivo, onde os cinco principais bancos do país e aproximadamente 100 instituições financeiras começarão a compartilhar com os gestores do Cadastro Positivo as informações de pagamento dos consumidores.

A partir de agora, todos os brasileiros que possuem operações de crédito e contas de consumo passam automaticamente a fazer parte do banco de dados, sem necessidade de fazer sua inscrição.

Faça agora a simulação de financiamento do seu imóvel

De acordo com o SPC Brasil, nesta fase de início de compartilhamento de informações, o banco de dados terá informações de pagamento de 110 milhões de brasileiros.

Quem não possui conta em banco, cartão de crédito ou empréstimos financeiros, não vai ficar de fora do Cadastro Positivo. Nas próximas fases do programa, empresas de telefonia (Vivo, Claro, TIM, etc), companhias de fornecimento de água, luz e gás também vão compartilhar informações de pagamento de clientes.

Será que o seu CPF já está no Cadastro Positivo?

Todos os bancos e financeiras começaram a enviar os dados dos seus clientes para o Cadastro Positivo no dia 11 de novembro. A expectativa é de que até o dia 19 todos os clientes que possuem qualquer operação de crédito, como crédito pessoal ou financiamento imobiliário (incluindo o Minha Casa Minha Vida), estejam com o seu Cadastro Positivo aberto.

O consumidor será avisado por correspondência, e-mail ou SMS no celular, em até 30 dias, sobre a inclusão do seu Cadastro Positivo.

Quem costuma atrasar o pagamento de suas contas terá seu cadastro prejudicado

Pagar contas com atraso derruba a pontuação de crédito do consumidor

Pagar contas com atraso derruba a pontuação de crédito do consumidor

Como o Cadastro Positivo vai incluir o histórico de pagamento dos últimos 12 meses, todos os consumidores que possuem pagamentos atrasados podem ter problemas na hora de solicitar algum novo crédito.

Atrasar o pagamento de parcelas de financiamento, uso do cheque especial, contas do cartão de crédito, derrubam a pontuação de crédito do consumidor.

Leia também: Parcelas atrasadas no financiamento podem fazer o comprador perder o imóvel

Crediário em lojas também vão impactar na pontuação do consumidor. “Os varejistas que possuem crediário próprio ou cartão da loja também devem enviar os seus dados para o cadastro positivo. E isso deve acontecer ao longo dos próximos meses”, explicou Vilásio Pereira, gerente de cadastro positivo do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

Contas pagas em dia beneficiam o seu cadastro

Contas pagas em dia possuem um peso maior no seu histórico. Atrasos eventuais podem acontecer, portanto, quanto mais pagamentos de contas em dia o consumidor tiver, o comportamento será levado em conta na avaliação, na hora de pontuar o crédito do consumidor.

Com o Cadastro Positivo, o consumidor prova para todo o sistema financeiro que é um bom pagador de contas e poderá ter redução em taxas de juros.

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), “levantamentos realizados com base em dados da economia dos Estados Unidos mostraram que a implantação do cadastro positivo” fez com que a taxa de aprovação de crédito ultrapasse os 70%, “com consequente aumento da inclusão financeira”.

Segundo o gerente de cadastro positivo do SPC Brasil Vilásio Pereira, “Antes, só era levado em consideração o cadastro negativo para este tipo de serviço e, agora, com o cadastro positivo, este histórico financeiro também vai ser levado em conta no momento da concessão de crédito, fazendo com que os consumidores possam ter acesso a condições melhores como menores taxas de juros”, exemplifica.

Programas como o Minha Casa Minha Vida também devem levar em conta o Cadastro Positivo, em todas as faixas.

Em abril deste ano, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, revelou que por causa da inadimplência, a instituição vai passar a a avaliar a capacidade de pagamento das contas de luz e água para conceder o benefício a quem requisitá-lo. Portanto, cuidar do Cadastro Positivo poderá, futuramente, ajudar na hora de solicitar o crédito para a tão sonhada casa própria.

Além do SPC Brasil, as informações do Cadastro Positivo serão compartilhadas entre Boa Vista Serviços, Quod Gestora de Inteligência de Crédito, Serasa Experian e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).