Consórcio de imóvel, uma opção para comprar a sua casa ou apartamento

Consórcio de imóvel é uma boa opção para comprar a sua casa ou apartamento

Consórcio é alternativa mais em conta para comprar um imóvel

Consórcio é alternativa mais em conta para comprar um imóvel

Consórcio de imóvel – modalidade de compra mais conhecida por facilitar a compra de carros e motos, o consórcio também pode ser uma opção para comprar imóveis.

O consórcio é uma modalidade de autofinanciamento desenvolvida no Brasil usada por mais de 7 milhões de pessoas para comprar algum bem – um imóvel, por exemplo. Funciona da seguinte maneira: a administradora do consórcio, uma instituição financeira, reúne um grupo de pessoas com o objetivo comum de comprar o mesmo bem. Imagine, por exemplo, que 200 pessoas se juntam para comprar 200 imóveis, dividindo os pagamentos em 100 parcelas mensais. A cada mês, o dinheiro das parcelas pago por todos os participantes é usado para que ao menos dois deles possam fazer a aquisição.

Faça agora a simulação de financiamento do seu imóvel

Uma pessoa que está poupando para se casar daqui a alguns anos e só depois adquirir a casa própria, alguém que planeja comprar um segundo imóvel para alugar ou quem pensa em presentear um filho adolescente com uma residência quando ele acabar a faculdade pode considerar a hipótese de entrar em um consórcio para alcançar esse objetivo. Mas é importante entender que pessoas com esse perfil não precisam necessariamente entrar em um consórcio. Também é possível ir juntando dinheiro todos os meses, aplicar os recursos em um investimento mais conservador e fazer o bolo aumentar até que seja possível realizar a aquisição lá na frente. Poupar do próprio bolso também tem a vantagem de não ser necessário pagar taxa de administração, fundo de reserva nem seguro prestamista.

Leia também: Qual é o melhor imóvel para mim, Casa ou Apartamento?

Quem não tem dinheiro para pagar a entrada de um financiamento imobiliário entram em um consórcio de valor baixo, vão pagando as prestações e, quando são sorteados, usam a carta de crédito para dar a entrada em um imóvel, financiando o resto do valor em um banco. O consórcio acaba funcionando, portanto, como a porta de entrada do financiamento imobiliário. Mas lembre-se que, nesse caso, serão duas dívidas que ainda precisarão ser amortizadas: uma com o consórcio que ainda não tiver sido integralmente pago e outra com o banco que financiou a aquisição do bem.

– Não há a possibilidade de entrar em um financiamento utilizando a carta de crédito do consórcio como entrada, somente se o consórcio for finalizado. O mesmo bem não pode ficar alienado para consórcio e financiamento ao mesmo tempo.

Fonte:

Infomoney